Subscreve a Newsletter Semanal

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Desafio de Cinema (25/52) - Tema Tabu



Aqui estamos nós, quase a meio deste Desafio de Cinema, que tantos momentos agradáveis me tem proporcionado e que espero se estenda a ti, que estás desse lado a "levar" com as minhas sugestões e divagações várias. Assim que pus os olhos no tema desta semana, ainda antes de começar a concretizar o desafio aqui no blog, soube imediatamente o filme que iria eleger para esta categoria. 

De facto, não será uma novidade, uma vez que já aqui falei deste filme e da forma como me apaixonei pela história de amor que nos é contada em "O Segredo de Brokeback Mountain". Mais uma vez afirmo que só nas mentes preconceituosas será destacado o facto de estarmos a falar de um casal homossexual. 

A mensagem que passa, com uma beleza e intensidade enormes, é a de uma paixão, de um amor, vivido na clandestinidade, precisamente pelo medo do preconceito dos outros. O desempenho dos actores, especialmente dos protagonistas, é brilhante. Mesmo nas cenas mais envolventes do ponto físico, não existe uma ponta de vulgaridade. Tudo faz sentido, porque faz parte da história de amor que nos é contada.

A banda sonora também contribui para criar este clima de inevitabilidade. Ao mesmo tempo que fogem um do outro, sentem-se igualmente impelidos a viverem os seus momentos sempre que possível. A montanha torna-se o seu refúgio e o lugar que guarda o seu maior segredo. Não se trata de sexo neste filme, mas de amor. Um amor do qual não se pode fugir nem negar.

Felizmente, cada vez se fala mais sobre a Homossexualidade, como algo normal (que é), e se condena a Homofobia. No entanto, este será sempre um Tema Tabu, pelo menos enquanto existirem pessoas (ou uma única que seja) que se sentem impedidas de viver, de manifestar ou assumir publicamente o que as faz feliz. Sem restrições de géneros ou falsos moralismos quanto a orientações sexuais alheias. 

Quanto a ti, já conhecias este grande filme? Que opiniões tens a respeito dele?

Sinopse
Durante quase duas décadas, dois homens que se conheceram enquanto jovens, quando ambos guardavam um rebanho de ovelhas nas encostas da montanha Brokeback, no Wyoming, vivem uma secreta história de amor, desejo e negação. Ang Lee dá-nos aqui uma ousada história de amor e perda, de desejo reprimido e vidas e oportunidades falhadas. Num dos seus melhores trabalhos, premiado com o Óscar de melhor realizador, Ang Lee assina um drama de grande intensidade e dramatismo em que explora de forma subtil aspectos menos óbvios da natureza humana.


Podes acompanhar o Desafio de Cinema - 52 Filmes em 52 Semanas e ver os próximos temas.

2 comentários:

  1. Tenho a mesma opinião que tu em relação a este filme :) este é um assunto que me é muito perto de casa. Não lido nada bem com o preconceito, any kind, mas este especificamente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito que todos os preconceitos sejam fruto da ignorância e desprezo todos eles.

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário. Terei todo o gosto em responder muito em breve.
*Não esquecer de marcar a caixinha para receber notificação quando a resposta ficar disponível.
Até breve!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...